A zebra que ruge

Meus amigos, como é bom escrever um texto após uma vitória importante do Avaí. Uma partida jogada na força e na garra características do Leão. Era algo que a gente clamava desde o segundo turno do catarinense, quando alguns dentro do clube acharam que já eram o Barcelona e desprezaram o jeito de jogar futebol. Evidentemente que foi uma zebra astronômica, uma vez que era dada como certa a derrota acachapante do Avaí, sob todos os aspectos.

O prognóstico não nos era favorável, exceto pela comissão técnica, por alguns jogadores (sim, nem todos acreditavam), alguns diretores e por aqueles torcedores que se acham donos do clube, aqueles que dizem que só se pode ir ao estádio para torcer. O resto, a maioria, cravava coluna um de olhos vedados, este blogueiro inclusive. Mas, o Avaí derrubou cartoleiros, alterou a lógica das redes sociais e desfez todas as festas patrocinadas pelos meios de comunicação, que veriam, segundo eles, uma goleada histórica dada pelo Botafogo no Engenhão.

É bom dizer que não saímos apenas da incômoda lanterna. Não foram apenas mais três pontos para a continuidade do campeonato. Esta vitória representa que há muito o que fazer e que ainda há possibilidade de se almejar algo melhor ali na frente. Foi uma valorização do campeonato, jogando com determinação e não uma singela troca de posições.

Porém, eu faço uma pergunta? Precisava passar por tudo isto?

Fazendo uma análise rápida do jogo, fizemos uma partida correta, como deve ser para nossas limitações. Pelo contexto do campeonato e pela diferença de elencos, era evidente que o Botafogo iria pressionar o Avaí. E depois de haver tomado dois gols, a pressão foi maior ainda. Mas a entrega dos jogadores e aliado à excelente atuação do goleiro Douglas “Neuer”, o Avaí conseguiu uma vitória fabulosa para a continuação do campeonato.

E é nisso aí que volta a se fazer a ficha cair. Tivemos um goleiro na Série B que praticamente deu o acesso ao Avaí. O jogo contra o Botafogo, a propósito, foi igualzinho ao que se viu no ano passado. Alguém se lembra do jogo contra o Vasco? Portanto, minha publicação referente a goleiros continua de pé.

Esperamos, contudo, que esta situação se repita. Se é para ficar na Série A e não fazendo aventuras, como jogamos na Série B, que se mantenha o goleiro e se volte com a velha raça. É o que nos basta!

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s