De lambança em lambança…

Durante e após as lambanças no jogo do Avaí contra o Fluminense, alguns torcedores, com o característico medo de se dizer a verdade, esbravejavam; “agora vão aparecer uma porção de donos da verdade para detonar tudo e a todos”. Besteira! Isto é dito por quem não quer ver o óbvio. Ninguém é dono da verdade.

Enxergar um jogo de futebol não é fácil, mas também não é tão difícil assim. Ao montar um time, a primeira coisa que se faz é contratar um goleiro. E é óbvio isso. Aliás, duas coisas são óbvias no futebol: ter uma bola para se jogar e um goleiro no time. Tanto é verdade, que quando se vai jogar as habituais peladinhas de quarta-feira à noite, ou as de sábado à tarde depois do churrasco, se chama alguém para “agarrar”. Normalmente é o pereba da turma, mas que deve mandar alguma coisa debaixo das traves. E, mais óbvio ainda, se ele também for um pereba debaixo das traves, o seu time perde.

Portanto, ter goleiro num time de futebol é imprescindível, é fundamental, e é a profissão ou função a qual não se dá muito valor, mas que se mostra extremamente importante para o andamento de uma partida e a consistência num campeonato.

O Avaí tinha um goleiro. Aliás, um supergoleiro, quase um X-Men. Ele literalmente operou milagres quando o Avaí disputou a série B de 2016. Foi quem fez o time ser efetivo e eficiente naquela competição. Credito 70% ou até mais de responsabilidade dele naqueles jogos. E digo isso, enfaticamente, porque não brigo com os números. Se alguém quiser achar defeitos no Renan, que mude de esporte, vá assistir golfe, críquete ou badminton.

Mas, aí, faltou conversar com o goleiro Renan. Ou se conversou com aquela torpeza típica dos sem-humildade: aqui é Avaí e ninguém fará leilão dentro da Ressacada. O Avaí (ou sua diretoria e alguns torcedores) achava que havia ganhado uma Copa do Mundo com um baita time. Time de monstrão, lembram?

Fantástico! Valeu, presidente! És um monstro! E começou, ali, a nossa saga para os fracassos e rebaixamento em 2017.

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s