Queremos a paz e eles, a guerra

É ,

a gente não tem cara de panaca,

a gente não tem jeito de babaca,

a gente não está com a bunda exposta na janela,

pra passar a mão nela.

 

Estes são alguns dos versos do belo samba de protesto do genial e saudoso Gonzaguinha, É, cuja letra é um clamor contra aqueles que nos querem fazer de bobos. Sim, há gente nos fazendo de tolos, de panacas, de bacacas, e tentam colocar a nossa bunda na janela para passarem a mão nela.

É assim que eu vejo a situação do Avaí nos relacionamentos locais por aqui, em nosso quintal.

Quero deixar claro que não sou usuário de chororô, de lamento molóide, de me fazer de vítima. Acho detestável uma pessoa agir assim, se passando por coitadinho. Mas protestar contra os desmandos e as iniciativas estúpidas que vemos no dia a dia, que cansam e enchem os tubos, deve ser considerado.

O que vimos no último domingo, em relação ao clássico e as iniciativas proporcionadas pelo rival, é de se espumar de raiva. É de largar tudo e “ir brincar com outra coisa”. E não falo da torcida, que assim como a nossa tem a sua cota de imbecis, tanto quanto de gente boa e decente. No entanto, é levada pelo sabor dos ventos. Falo dos dirigentes, dos abobados que comandam o time da Rua Humaitá na condução das coisas relacionadas ao extra-campo, e amenizado pela mídia local. Esta, mesmo, não tem coragem de enfrentá-los há anos.

Existe uma criatura detestável jogando pelo time deles, cujo nome não vou expor aqui, porque meu blog não é penico para defecar tais palavrões, mas que usa e abusa de sua natureza bandida e ordinária. Você, leitor, sabe bem de quem se trata. Pois a água de banho (sim, após ter nascido jogaram o bebê fora e ficaram com a água), um atoleimado que precisa de tratamento psiquiátrico, usou e abusou da tal liberdade de expressão para ofender não apenas uma torcida, ou um segmento do qual não compartilha, mas uma comunidade, uma instituição, uma história de luta e respeito, tanto no âmbito do futebol como no das ações sociais. Não foi dentro do campo, mas fora dele, de sangue frio, sem o calor de uma partida. Que isso fique bem claro!

A consequência destas sandices foi um fermento para fazer crescer uma animosidade acima daquela coisa chamada rivalidade, comum em muitos eventos competitivos, mas que pode ser extrapolada para a violência se não for controlada. E, na verdade, foi isso o que ocorreu. Até este clássico de domingo passado, muitas juras de vingança barata e ameaças infelizes foram sendo expostas. Um clima de guerra foi criado. Vozes vingativas se fizeram ouvir. Um mal estar se estabeleceu.

No entanto, a civilidade, que é o que deve prevalecer nas relações entre os cidadãos honestos e decentes, surgiu e proporcionou a criação do estado de paz. Era preciso se encerrar aquele clima de confronto. As pessoas de bom senso se fizeram ouvir para que tudo fosse conduzido ao bom entendimento. Até o afastamento do pavio da bomba, pela polícia civil, foi necessário para que se evitasse um mal maior.

E aí o que se viu? Quando se esperava que homens de bem e de boa índole, dirigentes do clube alvinegro, ajudassem no encerramento desta palhaçada, eles mesmos proporcionaram uma pantomima das mais abomináveis, acusando uma raivinha de moleques malcriados, dando conta que toda aquela ópera-bufa dias antes, com o intuito de encerrar as animosidades, era pura hipocrisia. Era para inglês ver, para fazer encenação diante das câmeras.

Eu, como expositor de opinião através deste blog, fui um dos poucos a apostar numa conduta de civilidade e bom senso. Vou continuar assim, porque é de minha formação. Mas é evidente que algumas coisas devem mudar. Alguns sem-noção precisam ser expostos para que se saiba com quem estamos lidando.

Não somos palhaços, panacas e nem babacas. Se eles pensam assim, é bom dizer que somos de um clube criado com nome de batalha. Copiou?

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s