Juntando os cacos

A expressão juntando os cacos geralmente é utilizada pelos poetas para descrever recomeços após desilusões amorosas. São aquelas situações quando não há mais conciliação e os amantes saem por portas diferentes, cada qual seguindo seu caminho. O que ficou de momentos felizes são apenas retalhos, recortes, pontas e arestas largadas aqui e ali. Apenas cacos.

Com o nosso time do coração está mais ou menos assim. Sabe-se que a nossa relação de amor e ódio com ele é diferente daquela que dispomos para um humano, ou mesmo para um bichinho de estimação. Mas é, ainda assim, uma relação forte, envolvente, que nos mantém ligados e nos toma alguns momentos importantes na vida.

Assim, nos chateamos profundamente quando ele vai mal, quando as alegrias são raras, quando as conquistas se distanciam no horizonte do tempo.

O Avaí de hoje é um amontoado de coisas quebradas, desmanchadas, partidas.

O Avaí abandonou as maiores aspirações de seu torcedor. Nem falo do respeito à instituição, mas das responsabilidades devidas de cada um. O compromisso de honrar camisa, cores, história e de ter vergonha na cara se perdeu em alguma esquina.

O Avaí, hoje, é um amontoado de cacos.

Quem teria coragem de juntar isso aí?

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s