A luta continua

Se tem algo que me deixa de ótimo humor é lamento de perdedor. É choro de fracassados. O sujeito acha que a vida é uma beleza, mas quando o seu leitinho com pêra é retirado, ele reclama de tudo e de todos. Puxa a chupeta e fica num mimimi intragável, buscando nos outros a razão de seus desastres. É o que vejo aí, na política nacional, por exemplo, dessa direita raivosa e desonesta tentando, de todos os jeitos, emparedar a presidente Dilma, sem sucesso, porque perderam mais uma eleição. E vejo, também, aqui no nosso quintal, um bando de Zé ruelas que perderam as eleições para o clube e vivem a procurar uma forma de derrubar a atual diretoria a todo custo. Lá, como cá, golpistas esfarrapados, revolucionários de sofá, ativistas de sábado à tarde. Mostram, realmente, o que são: fracassados.

O nosso clube é guerreiro. O Avaí Futebol Clube tem uma história digna e consolidada. Poucos clubes no Brasil possuem uma trajetória tão singela como a nossa, que é valorizada pelas dificuldades que vamos encontrando pelo caminho. Quem disse que é fácil? Por isso, não desistimos.

Perdemos, sofremos, somos achincalhados, mas basta haver uma brecha que na força de nossas ventas acabamos conquistando o espaço devido, aquele que nos pertence. A luta e a garra são nosso lema.

O revés de segunda-feira foi um golpe duro de assimilar. Fomos finalizados na arena de luta sem nenhuma chance de revide. Nos pegaram de surpresa e nos deram uma rasteira. E, para piorar, a porrada desferida veio de dentro de casa, algo que se era para doer, ficou mais dolorido.

Ora, mas não ficaremos assim por muito tempo. Não costumamos pôr a culpa dos problemas na favela. Somos campeões no campo, jogando dentro das quatro linhas, sem necessidade de acordos ou conchavos com federações, ou vendendo campeonatos, ou comprando redes de mídia. Nossa força e nossa voz está nas arquibancadas e no brilho das cores azuis e brancas. Por isso, discordo do presidente quando diz que jogará com orgulho o tal quadrangular para não ser rebaixado. Jogaremos com raiva, isto sim, sabendo que este não é nosso lugar.

Portanto, você, avaiano, que está amuado e chateado, tanto quanto eu, estufe o peito, arregace as mangas e vamos pra batalha. Cobre dos dirigentes, de forma dura e honesta, as responsabilidades devidas, mas não abandone o clube. Ele é muito maior e sua história é muito mais valorosa e rica que os atos de uma ou duas toupeiras de ocasião.

Vamos cobrar de nossos jogadores raça e vergonha na cara. Ao menos vamos dizer que sim, existimos, somos valorosos e não esmorecemos por qualquer dificuldade. Eu estarei lá e mantenho minha torcida. O fracassados que fiquem em casa, remoendo seu golpismo barato.

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s