Não foi bom, mas foi bom

A minha expectativa para assistir, ao vivo, este “novo” time do Avaí jogar era grande. Já havia visto um treino no CFA e me satisfiz com algumas coisas, mas era preciso uma análise às veras. Como torcedor de estádio, gosto de observar todo o campo, a disposição tática, a postura dos jogadores fora do lance de bola e as ações do treinador.

Do que vi, confesso que me surpreendi positivamente. Se para o campeonato o resultado deixou um “quero mais” no ar, para a produção do elenco a esta temporada tenho boas esperanças. Assisti a um time ordenado, bem disposto, esforçado, de muita pegada e com pintas de guerreiro. Em vários momentos a entrega foi total.

Gostei demais do zagueiro da base, Philipe Maia, um verdadeiro leão em campo, do Uelinton, volante de rara habilidade (a bola que ele lançou para o Anderson Lopes e que o André Lima, em seguida, perdeu o gol, é pra ser revista muitas vezes) e do Tinga, que deu um cansaço na marcação adversária o tempo todo.

Nossas laterais precisam ser mais bem treinadas, pois agora, com um centroavante de área efetivo, será necessário um municiamento de bolas que resultem em algo objetivo. Todavia, nada muito complicado e ambos os jogadores, tanto Pablo como Eltinho, possuem as características necessárias para isso.

Ainda esperamos um melhor futebol de Renan Oliveira, que deve estar sofrendo com a musculatura travada, mas deverá se firmar como nosso armador. Marquinho vai ter que ralar para superar isso. E louvo por demais a participação efetiva de Anderson Lopes, um atacante que não deu trégua à zaga do Criciúma. É bom demais ter este jogador no time.

Percebe-se, nitidamente, que este grupo vai render ainda mais, pois há potencial e creio que teremos alegrias à nossa espera daqui por diante.

O aspecto negativo que deve ser ressaltado é a insistência no árbitro Célio Amorim. É apitador de pelada de bairro, sem qualificação alguma e que atrapalha mais do que ajuda no desenrolar de uma partida de futebol profissional. Se Santa Catarina deu um UP! em sua vida futebolística, manter este tipo de árbitro ainda por aqui é se candidatar a picadeiro de circo.

É hora de parar, seo Célio!

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s