Brasil e Croácia, um bom jogo

Nestes dias de Copa do Mundo, nosso time azul e branco pode ser encontrado em algum refugio isolado por aí. Portanto, como querem “privacidade”, me abstenho de achar algo a dizer deles. Vou falar, então, dos jogos da seleção, pois como brasileiro e “adorador” do futebol, torço para o time canarinho abertamente e sem medo de ser feliz.

As manifestações sonsas

Bom, antes é preciso falar que manifestar-se é da democracia, mas o que vemos é algo diferente disso. O viralatismo reinante nesta terra tupiniquim em relação às coisas do Brasil sempre houve. Não é de agora, não foi na Copa passada e nem é apenas sobre o futebol. É sobre qualquer assunto que se relacione com o nosso país. Aqui se torce o nariz pra tudo e, na maioria das vezes, é torcido por gente que não tira o bumbum da cadeira para sequer achar uma solução. Exemplo: tem gente que detesta a política e diz que vai votar nulo nas próximas eleições. Ridículo! E ainda querem meu respeito. Um conselho: mudem-se. Arrumem as malas e vão viver na Suíça, na Escandinávia, nos Montes Urais, ou mesmo limpando privada em Miami. A nossa Economia, ajustada e equilibrada, permite, hoje, que qualquer brasileiro médio possa viver onde bem entenda. Então, boa viagem e não voltem, nunca mais. Os brasileiros não precisam de vocês, que nos detestam.

Mas eu disse que iria falar da seleção, dos jogos da seleção

Antes, houve a abertura. Criticada pelos nativos, esses mesmos aí que mencionei acima, ela foi igual a todas as aberturas de copas ao logo dos tempos, ou seja, insonsa mesmo. Os organizadores preferem investir nos jogos e nas transmissões pela TV do que em alguns dançarinos no gramado mostrando a cultura local. E, ainda assim, até que foi decente. Foi arrumadinha, simples e bonitinha. Brilhante e iluminada. Ah, os artistas cantaram em playback? Claro que sim, ô, tanso, a maioria dos espetáculos segue o mesmo enredo. Não, vai me dizer que não sabias disso? E teve, ainda, a demonstração do projeto científico mais ousado do país, que é a possibilidade de um cientista brasileiro ter destaque. Mas, outra vez, o mau humor de alguns preferiu debochar disso.

Jogo bem jogado

O jogo, como todo jogo de abertura num torneio importante como esse, foi nervoso. Desde o canto dos hinos até o fim do jogo, víamos jogadores com os olhos esbugalhados e a expressão séria. Sinto muito os puristas, mas isso é normal.

Contudo, foi um jogo bem jogado, com esquemas táticos distintos das duas seleções e bem definidos.

A Croácia jogava envolvendo o Brasil na sua marcação e aproveitando os contra-ataques. Tivessem um ataque matador e o resultado seria outro. E o Brasil, jogando num 4-2-2-2, que variava num 4-3-3, deixava sempre um jogador aliviado da marcação e com chance de chegar ao gol.

O time do Brasil tem uma limitação que é séria. É na lateral direita. Durante muito tempo Daniel Alves, mesmo no Barcelona, tem dificuldades em compor com a meia direita. Fazer o famoso 1-2, tanto na marcação como no ataque. E cruza mal quando, eu disse quando, vai à linha de fundo, tarefa básica de qualquer lateral.

Além disso, sua marcação é frágil, coisa que possibilita a qualquer jogador cair por ali e fazer boas jogadas de ataque. E foi por ali mesmo que saiu o gol da Croácia, num lance de falha geral do sistema de defesa da seleção. Situação que foi exatamente descrita pelo boçal técnico da Croácia durante toda a semana.

Resolve-se isso como? Adiantando o volante da direita e fechando a possibilidade de uma investida por aquele lado. Foi o que Felipão fez e usando Oscar para desempenhar essa função.

E tanto é verdade que o gol de empate do Brasil saiu de uma dividida típica de volante pelo ótimo Oscar, passando para Neymar fazer o belo gol. Mas eu pensaria em jogar com Maicon na lateral.

O pênalti

Para mim foi pênalti. E o juiz deu. E se não tivesse dado também ninguém reclamaria. Ocorre que a alegação corriqueira é a de que o atacante Fred encenou demais. Sim, e daí? Isso é futebol, onde a catimba também serve para ganhar o jogo. Bola na cal, Neymar tropeçou no próprio calcanhar e quase perdeu. Percebe-se, todavia, que o goleiro saiu antes da cobrança e isso facilitou para que tenha tentado pegar. Mas não pegou e o time brasileiro virou. Aliás, por falar em juiz, nosso amigo apitador (que segundo alguns tem filiação no PT e recebe pagamento de Cuba) deixou de dar alguns cartões amarelos e mesmo vermelhos para o time da camisa de toalha de mesa de jantar. Bateram muito e sua majestade de preto sequer repreendia.

 O drama

A partir daí tudo se encaminhava para uma final de jogo dramática. E foi mesmo, porque o time da Croácia foi para o tudo ou nada e o time do Brasil cansou. A jogada fatal era apostar na fragilidade de nossos laterais. O desafogo só veio quando o técnico trocou Paulinho por Hernanis e voltamos a ter saída de bola e pressionar o time adversário. Também mudou a posição de Oscar, da ponta para o meio. Isso fez com que a marcação da Croácia ficasse confusa, pois os dois meias começaram a criar e a abrir espaços. Resultado? Um belo gol de Oscar infiltrando-se pelo meio e tocando de bico. E de bico também vale.

Três pontos na conta, já encaminhamos a classificação e deixem que esperneiem os enforcados.

Anúncios

Um comentário sobre “Brasil e Croácia, um bom jogo

  1. Gostei muito do futebol do Oscar.
    O gol deles foi uma fatalidade. Apesar do Marcelo ter feito contra, achei que ele jogou bem, foi pra cima.
    O Neymar fez dois gols importantes. Dizer que ele ficou devendo é complicado, mas seu futebol ficou abaixo do esperado.
    Hulk e Fred estavam apagados.
    O Paulinho não tem brilhado como na época do Corinthians.

    Tanto o Bocão como o Arlan da seleção, os dois LD, falham defensivamente e não cruzam bem.

    Meu placar no bolão foi 1×0. Jogo de estréia é sempre mais complicado.
    Sds

    Curtir

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s