Orra, Leão!

A frustração é o pior dos sentimentos humanos. Hum, tá exagerei, mas é um sentimento terrível e pérfido. A privação da satisfação de se obter algo almejado, ainda mais quando se faz planos além da conquista, é cruel. Um sujeito frustrado, dependendo do grau de objetivo não alcançado, pode se tornar perigoso e até agressivo, pois deve querer resolver suas angustias no tapa algumas vezes. E surge até uma regressão a um comportamento infantil, de bater pé e fazer beicinho. Está lá, no livro do Freud, página 18, capítulo 3, versículo… não, pera!

Mas é um comportamento, digamos, forte e poderoso, o qual, se não for bem ajustado, pode levar a conseqüências nefastas, como mudar de canal, por exemplo.

O time do Sul da Ilha de Santa Catarina, mais conhecido como Avaí Futebol Clube, também chamado de o mais vezes campeão, o de maior torcida, o mais belo, o mais raçudo, o mais…, o mais…, ai, me traz um lenço!… frustrou uma legião de seguidores, fãs, torcedores, mídia, patrocinadores e até os seus rivais e adversários nos últimos meses.

Foi fraco, leniente, frouxo, covarde e sem alma. Uma caricatura de um clube de história rica. Não há como se perdoar nenhum deles, de dirigentes, passando por comissões técnicas, aos jogadores. Quem conhece a história deste clube e dos times que o representaram, certamente, agora, está entre a surpresa e a chacota, ambas correndo juntas e emparelhadas.

Faltou uma porção de coisas, mas, principalmente, vergonha na cara, diga-se. Pai de família sou eu, ora bolas.

Nos sentimos amarrados num poste com um cadeado de bicicleta no pescoço, impotentes, inseguros e desrespeitados, tendo que encarar um purgatório sem garantias de sucesso num campeonato onde bastava ter botado três bolas pra dentro. Só três.

Claro que alguns cretinos estão dizendo que  isso já era esperado, que a continuidade provava isso, que se tivessem feito diferente e bláblablá.

Só que para alento de uma patuléia ignara, leio e ouço da boca de nosso maior ídolo que a coisa vai mudar, que o que foi feito até agora já passou e que se precisa, verdadeiramente, voltar a jogar futebol.

Dá licença que vou ali vomitar e já volto.

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s