Playground cheio de meninos

É óbvio que a eleição de Novembro, no Avaí, para alguns membros da diretoria derrotada, ainda não acabou. O “jus sperniandi” declarado e intempestivo continua sôfrego nas redes sociais, nos blogs e nos bate-papos regados a pizza e maracujá roxo.

Zunino entregou a carteira e a vida pelo Avaí, literalmente. Cometeu erros cruciais e estratégicos, mas também fez um clube outrora amador ser visto por mais brasileiros que os meros comedores de siri da Ilha da Magia.

Só que, assim como quando pegou o Avaí, em 2002, com dívidas e as liquidou, a diretoria comandada pelo presidente Nilton também o fará. Porém, se ninguém percebeu, os tempos e o tamanho do clube são outros.

A tal dívida, que hoje faz jogadores portando azul e branco entrarem em campo e entregarem os jogos por pura falta de comprometimento e incompreensão da nossa realidade, é a mesma dívida que a maioria absoluta dos clubes brasileiros faz, ou TEM QUE FAZER,  para ter um lugar ao sol. Mas acabou virando HERANÇA MALDITA na boca e nos teclados de alguns sem noção como forma de não se atacar o problema pontual, que quem acompanha futebol sabe onde está, e quer criar uma espécie de mal estar entre o que saiu e o que entrou.

Retórica de atoleimados que mal saíram das fraldas e já acham que sabem algo de administração de futebol.

O que acho curioso é que os defensores de moral tacanha ou professores de deus fariam igual ou pior, exatamente porque a gente conhece suas histórias e biografias. Há alguns parvos que imaginam ser os habitantes do resto do mundo ao redor de seus umbigos reles idiotas.

E para piorar, usam o Sistema de Qualidade ISO, do qual desconhecem até os processos, quanto mais a razão e sua natureza, como espada de batalha, enfiada no nariz do Avaí, do Zunino ou de quem se atreva a desdizer um qualquer fracassado destes que acha que sabe algo do mundo.

A nova diretoria deverá resolver os problemas, como convém, por sua astucia, maturidade e competência, mas, pelo que os conheço, não chorará as pitangas por aquilo que foi ou não foi feito no passado.

Se alguém quer se aproximar da nova diretoria e dar-lhes apoio, se associe, invista no Avaí, e afaste de vez esse discursinho de arrependidos. De nada adianta ficar esbravejando o disco furado de que o Zunino fez dívidas, mas não estender um dedinho para levantar o clube.

É hora de crescer, crianças.

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s