O crepúsculo dos ídolos e a tirada da reta

O técnico Silas, quando começou a sua carreira no Avaí, proporcionou uma campanha memorável. Uma conjunção de fatores conduziu a isso. Naquele tempo, também, ele era humilde e tinha objetivos traçados. Eu lembro e gosto daquele Silas simpático e sem arrogância.

Pois em sua segunda passagem, contudo, as coisas degringolaram de tal forma, que custou até à torcida cair na real. Ninguém soube explicar porque houve aquela tamanha mudança de personalidade. Ou se era aquilo mesmo e ninguém viu antes.

Da mesma forma ocorre com Hémerson Maria. Quando surgiu das categorias de base avaiana para o time principal, apoiado pelo presidente Zunino, diga-se, veio com uma humildade contagiante e fez-nos acreditar que teria vida longa e sucesso. Seria o reviver das idolatrias voltadas antes para o primeiro Silas.

No entanto, uma volta sem necessidade atrelada a uma sucessão de erros acarretaram a falência da humildade e elevação da soberba.

Neste fim de semana, para fechar o caixão da queda dos ídolos na Ressacada, o técnico avaiano disse coisas interessantes. Achei curiosas suas declarações. São dignas de uma análise mais aprofundada de quem nos enganou descaradamente. O técnico avaiano diz, de forma peremptória, que seu elenco é escancaradamente sem qualidade. Tem deficiências técnicas.

Ora, veja!

Até agora, ou até esta entrevista, eu não lembro de ter ouvido ele dizer isso. Até este momento o que se ouvia era que o time era batalhador, vibrante, chegou a ser chamado por ele mesmo de time caveira. Dizia que seu time tinha qualidade, que era preciso a torcida ter paciência e que seus jogadores davam o máximo de si.

Disse, nas suas últimas declarações, que faltou peça de reposição devido aos poucos recursos, numa afrontosa contradição, pois antes havia dito que o elenco era forte e competente.

A questão, evidentemente, não é de erros com aprovação de orçamento, ou de continuidade do Conselho e da Administração, como muito Zé Mané está apontando por aí. Muito menos de falta de perspectivas só notadas agora. Tampouco de salários pagados em dia ou não. Nem das supostas farras de jogadores.

O ponto a ser abordado passa por egos e vaidades, tão comuns no mundo do futebol e que escangalham qualquer projeto. É uma forma simplista de ver as coisas, mas vindo de quem vem a gente não se espanta.

Todos sabem que o técnico avaiano indicou alguns jogadores, com o aval da direção, e a direção contratou outros, com o seu aval. Ou seja, ele ajudou a montar esse elenco “com deficiências técnicas”, o mesmo elenco que ele detona caradeslavadamente.

O técnico Hémerson Maria ainda declarou que ficou refém de jogadores experientes, deixando no ar que houve insubordinação. Ué, mas até agora não era um grupo unido, todos voltados para o mesmo objetivo? Curioso é que este é o sujeito que diz ter errado, mas faria tudo de novo, por convicção. Não é um barato tudo isso?

E aí, pra fechar um tirada de reta monstruosa, ele menciona os salários atrasados, contrastando declarações anteriores de que os fatos “externos” não abalariam o grupo.

Isso nos leva a crer que:

1 – O discurso público é um e o privado é outro.

2 – Nunca houve um time, sequer um grupo neste elenco avaiano.

3 – Hémerson Maria é bom de discurso. E só.

4 – Mesmo com todas as dificuldades, não tivemos jogadores comprometidos.

5 – A coisa chamada ciúme imperou dentro deste elenco avaiano.

6 – Estou com vontade de mandar tudo à…

Hémerson Maria, é hora de dar tchau. Foi bom, mas chega, né?

Anúncios

4 comentários sobre “O crepúsculo dos ídolos e a tirada da reta

  1. Lembra-me da última saída do William daqui… Como ele espera que vai ser o clima em janeiro, quando eles se reapresentarem, depois dessa declaração? Digo isso porque ele diz que quer ficar. Vai saber…

    Curtir

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s