Comparações exdrúxulas

Quando eu abro a internet para ler as notícias nas páginas sobre o Avaí, seja nos sites ou nas redes sociais, a primeira coisa com a qual me deparo é com os lamentos de torcedores que se dizem mais avaianos que os outros. Aqueles que não tapam o sol com a peneira, entendes? Sabes os que têm a fórmula pronta pra tudo? Os que se dizem democráticos, mas basta ter uma opinião diferente das deles que logo pipocam ofensas?

E, o mais engraçado, vivem elogiando o que se faz nos lados dos Estreitos como se fossem as melhores coisas no mundo do futebol.

– Ah, lá é que é bom. Lá eles sabem contratar. Lá eles têm um Conselho Deliberativo de primeiro mundo. Lá não tem atrasos de salários. Lá os dirigentes dão respaldo pra torcida. E blábláblá.

Ou sofrem de falta de memória, ou estão aí de má fé. Quem sabe são torcedores deles enrustidos. Preciso dizer o que houve no começo da década de 2000 para que eles chegassem a esse patamar? Preciso dizer que a situação nas imediações da Big Shit Beach a coisa era bem pior que a nossa, com risco de demissão sumária de toda a diretoria?

Ou seja, a melhor mulher e a melhor grama sempre são do vizinho.

Com toda a sinceridade, vejo este comportamento de uma estupidez tão grande, que estou comentando porque estamos no fim de temporada e agora os assuntos mínguam. Mas não vale à pena se estressar com isso em lugar de coisas mais importantes.

Entretanto,  o torcedor mais sensato, mais digno, aquele que olha só para o seu próprio quintal, deve perceber que por mais que noladelá se faça e aconteça, somos os mais vezes campeões e de maior torcida em SC. Só isso não basta? E sem esforço algum, já que ninguém reconhece trabalho de nada. Há um bando de incompetentes dentro da Ressacada que ganhou três títulos de cinco disputados, dando de relho em quem quisesse. Mas um acesso foi por causa da LA Sports e um título estadual foi porque a torcida, esta entidade imaculada, levou o semi-deus Hémerson Maria no colo. Quanta idiotice!

As coisas não dão certas? Eu prefiro falar do que deu certo, numa condição de parcos recursos e abnegação de uns poucos. Se ninguém sabe, o dinheiro não sobra na Ressacada, não. E se há dívida foi exatamente feita porque não há de onde tirar.

Alguém sabe como fazer contratos com empresários?

Ah, sei, queriam que se fizesse time sem custos, reformas sem gastar dinheiro, pagar as contas dos tempos amadores sem tirar um único níquerl do bolso. E essa gentinha quer ser levada a sério.

Quando o calo aperta, todo mundo corre e só vem dar as saudações quando somos campeões, ou quando fazemos três pontos sobre os “melhores do mundo”.

Queria ver essa gente que só comenta resultados ir apoiar um time caindo aos pedaços. Queria ver ir pintar as muretinhas no entorno do CFA. Arregacem as mangas, trabalhem para o clube, façam valer este amor que dizem ser eterno que jamais o deixará só.

Fizeram uma campanha ridícula para tomar o Conselho Deliberativo de assalto, de qualquer jeito, passando por cima do estatuto que não quiseram ver mudado. Tem gente ali que precisa, muito, se explicar e agora, como maus perdedores, incitam o ódio novamente. Cambada de gente ordinária!

Achava, eu, um tolo, que após essa lavada que tomaram, viessem a público e dissessem: bom, perdemos, não fomos felizes, mas agora estamos todos juntos.

Qual nada! São fracassados existenciais, uns nada de coisa alguma da vida, e que se mobilizam por resultados a todo momento, vão partir novamente para uma administração paralela. Não ajudam, nunca ajudaram, vivem de pires nas mãos pedindo esmolas da diretoria para seus eventos bizarros, ou promoções de ingressos.

Façam um favor a vocês, por vocês, não para aqueles que continuam envolvidos com o Avaí em qualquer circunstância: enfiem suas línguas no fundo dos seus rabos, mas não incomodem. O Avaí não precisa de vocês, ponham isso nessa cabeça vazia.

Anúncios

7 comentários sobre “Comparações exdrúxulas

  1. Aguiar o mundo da voltas. Por isso sempre digo. Quando o teu momento for o melhor, goza mesmo. Futebol dá voltas e ele pune, como diz o Muricy.
    Engraçado é que os torcedores doladelá, até antes do clássico, fizeram greve, passeata pela volta do Paulo Prisco, detonaram essa diretoria. Agora está servindo de modelo para alguns pseudo-torcedores avaianos.
    Estou sendo gozado pelos torcedores do figueira. Tudo bem. Passei a maior parte do campeonato tirando sarro deles. Agora tenho que aguentar.
    ab
    sardá

    Curtir

  2. Décio, tem uns manés que vivem elogiando as Ótimas contratações da Chapecoense. Não sabem eles que após o jogo contra o Avaí os jogadores se reuniram pra pedir um cachezinho e a diretoria disse que não podia dar. Aí veio uma sequência de empates.
    E aqui acham que são as contratações. Que há jogadores comprometidos. Fala sério.

    Curtir

    • Eu tenho informações, Sergio, que as flores são assim tão cheirosas por lá. O que acontece é que eles encararam as dificuldades diferente dos nossos jogadores. O discurso do Mailson, dia destes, foi elementar: agradecia muito as chance que teve ali.
      Ou seja, eles sabem que uma série A é bom pra carreira, pode abrir novas portas e o fincanciamento do time amplia. No Avaí, algumas vaidades falaram mais alto.

      Curtir

  3. enEstimulo o choque de opiniões, pois ele oxigena o cérebro, faz crescer sinapses. Portanto, estimulem-se as opiniões contrárias. Só não admito ofensas e ataques a mim ou a quem opina. Toda e qualquer forma de agressividade será respondida em mesmo grau, intensidade e força. Enfiem suas línguas no fundo dos seus rabos, mas não incomodem. O Avaí não precisa de vocês, ponham isso nessa cabeça vazia

    Curtir

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s