A hora do Leão beber quissuco

Uma das frases de efeito do futebol, a propósito, cheio de pérolas, é que nem sempre vence o melhor. Uma outra, que vale também para muitas coisas, é todo cuidado é pouco. E com este espírito que o Avaí enfrentará o Bragantino nesta noite na Ressacada. É a hora do Leão beber quissuco, mesmo que seja amargo.

O Avaí chegou num momento da competição na qual ele deve fazer como fazem pilotos de Fórmula Um: levar o carro na pontinha dos dedos até a vitória. Isso significa estar concentrado, sem desviar a atenção para nada, fazer uma risca no chão e andar sobre ela sem sair.

Embora toda a campanha do acesso à série A neste ano tenha sido traumática, com todos os jogos sendo encarados como decisões de Copa do Mundo, agora, ainda mais é que o tal do foco deve ser mantido. Não tivemos jogo fácil e não seria agora que a coisa iria facilitar.

Não temos mais tempo pra reclamar de jogador, de treinador, se preocupar com eleições, se vai chover, fazer frio, se tem sol ou fila. Nada, nada dos arredores pode atrapalhar. Neste momento jogadores e torcedores tem que se abraçar e buscar o acesso. Assim, todos serão vitoriosos.

Ah, e a nossa mídia tem que também dar um refresco e parar de achar pelo em casca de ovo. Se os homens da latinha esportiva não sabem, quem lhes mantém um emprego sustentável são os clubes de futebol. Querem ir ao Maracanã transmitir Avaí e Flamengo ou continuar indo para os Curuzus da vida?

Se alguém não quiser ajudar, saia da frente e não atrapalhe, que o Leão quer passar.

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s