Medo do escuro

Sabe aquela situação onde o sujeito foi convocado pra guerra, pegou seu fuzil de um tiro e, diante do inimigo poderoso ele se borra nas calças, depõe a arma e diz: lutar pra quê, se já vou tomar um tiro e morrer?

medoPois é, corre por aí, pela internet uma manifestação de derrota antes da batalha. Gente com medinho de enfrentar as dificuldades da vida se manifesta para que o Avaí pare agora de jogar, entregue “as armas” e não dispute o acesso:

– Vai que sobe. Vai que consiga o acesso. Vai que chegue à série A. e, com toda a certeza, no ano seguinte, volte a cair. Não quero passar por vexame.

Pois é, este é o tipo de gente que circula por aí. Gente covarde e medrosa, que se borra ao som de um simples relâmpago ou do escuro da noite. Gente que diz torcer por um time de futebol, mas sequer sabe que neste esporte a competição é importante. Que a disputa entre grandes e pequenos, entre medianos e superstars, entre todos os concorrentes é o que faz ser o que é: um poço arrebatador de paixões.

Quantas vezes fui à Ressacada e me diverti com o espetáculo. Quantas vezes adorei jogarmos contra galinhas mortas e aplicarmos goleadas catastróficas. E quantas vezes chorei e sofri e exultei o time pelo qual eu torço por havermos derrotado gigantes do nosso futebol.

A propósito, o futebol é o único esporte que proporciona isso, que os grandes sejam derrotados por pequenos. No futebol não há lógica, não há caminhos prontos, não há resultados definidos. É um jogo de contingências, onde o acaso, na maioria das vezes, define placares, mesmo que de um lado haja uma superpotência e do outro apenas um mero participante das Ilhas do Taiti.

O futebol é envolvente e gratificante exatamente por isso, para que haja contrariedades e indefinições.

E daí se no ano seguinte cairmos? E daí que tomemos goleadas? Ao menos vamos participar e não enfiar o rabo peludo no meio das pernas com medo do desconhecido. A história do Avaí, por acaso, é a história de conquistas e de reviravoltas. Não é a de perdedores e fracassados. Quem conhece o Avaí sabe disso.

Não foi por acaso, portanto, que alguns desses derrotistas, em passado recente, estes mesmos que requerem uma desistência antes do sofrimento, convocaram a torcida para assistir a um show de sertanejo, ao invés de ir para a Ressacada torcer pelo seu time. É gente que pensa pequeno, do tamanho de seus cérebros.

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s