Uma jogada de dissimulação

É muito interessante esta onda de protestos iniciada contra o Julio Rondinelli a respeito do mau desempenho dos atacantes do Avaí. O sujeito perde gols e o dirigente é o culpado. Um outro lá comete uma infantilidade, é expulso, compromete o time e o presidente deve pagar por isso. O goleiro é displicente em sua conduta debaixo das traves e a culpa é da ISO9000.

Acho interessante mesmo é que muita madame rodada e muito marmanjo barbado não sabem que no futebol se mente. Se mente muito. Assim como também se contam muitas verdades. Futebol é jogo antes de ser esporte, se ninguém sabe disso. Bom, não sabem ou se fazem de desentendidos. Ou as duas coisas.

Antes que algum abobado venha aqui me dar nos dedos, não estou falando de falta de ética, falcatruas, roubos ou fraudes.

Estou falando da falsidade, da dissimulação e do descaramento, coisas naturais, por exemplo, em quem joga canastra, dominó ou pôquer. Que nunca mentiu num pôquer, num dominó? Sei, sei, tu tens um lugar no céu ao lado de deus pai e sob a guarda dos anjinhos. Santo de pau oco.

Há pessoas que vêem Bruno Rangel como craque, artilheiro do Verdão do Oeste, ou como um tremendo embuste, depende do buraco por onde se olha. Até o final de dezembro do ano passado o Zé Carlos do Criciúma era o Ibrahimovic renascido. E olhos rútilos aqui mesmo na Ressacada não despregavam dele. Porque Rafael Pelezinho Costa deu certo no Metropolitano, em boa parte do campeonato do Figueirense e agora parece que perdeu o gás? Era uma naba no Avaí, lembras?

Lembro também, ainda, que o atacante Reis era a nossa salvação no fazimento de gols. “Achamos um atacante”, se dizia, babando.

E me recordo que ninguém dava nada por Fernandão do Atlético de Ibirama e quando foi para o Inter virou sensação. Com bicicletinha e tudo.

Se serve de consolo, Marquinhos Santos virou centroavante no Avaí e já voltou a ser endeusado por parte da torcida que queria vê-lo na Coréia. Ou seja, nem tudo é o que parece ser.

E só pra teres uma ideia de como a mentira é um troço bacana no futebol, capaz de fazer crianças virarem adultos, nesta 2a. feira houve uma reunião do Conselho Delibertaivo do Avaí. Dentre outras coisas foi colocado na pauta o desenvovlimetno do Estatuto, que se arrasta. Pra encurtar conversa, sai-se dizendo que nada foi votado, que foi mais uma vez atrasado, por culpa única e exclusiva da turma do Zunino. Bom, até hoje Mula-Sem-Cabeça, Papai Noel e Coelhinho da Páscoa só existem em merchãs de comércio. Tu acreditas nisso? Pois é.

Compreendesse, mô, nego, como no futebol se mente muito?

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s