O futebol do grupo

O que é mais interessante para um torcedor de futebol: o time jogar bem, com jogadas mirabolantes dos craques e não ter resultados, ou jogar simples e em conjunto e obter os três pontos num campeonato difícil?

Tá, eu sei a resposta. Queremos ganhar bem, dando olé e tocando a bola. Lamento, mas não é sempre que se tem um Figueirense pela frente. Na atual conjuntura do futebol moderno, o futebol de resultados de jogo coletivo é o que impera. Chamado de futebol total. Forte marcação e o meio a zero, com gol aos 47 do segundo tempo, com bola de rebote e passando o suficiente na linha para o juizão apontar para o centro do campo é o que basta. E nessa hora o meu amigo Adriano Assis estará colado no vidro do Setor D, esbravejando:

– Precisa ser com tanta dificuldade?

É, precisa. Vai ser com dificuldade. Abrindo um parênteses, por isso que eu valorizo as coisas do Avaí, desde o presidente até seu mais humilde funcionário. E abomino quem rema contra, seja de dentro ou de fora. Fecha parêntesis

Eu creio que se os objetivos estiverem claros e a estratégia for a adequada, a dificuldade será premiada com a vitória, com todos indo numa só direção.

O futebol é assim, um jogo com objetivos e coletivo. O principal é fazer gols (goal, em inglês, é objetivo), é claro, mas até se chegar aí usa-se ou a habilidade dos jogadores e a sua capacidade individual de decidir, ou um conjunto disso e baseado num esquema tático bem montado.

Aqueles torcedores que ficam em casa debaixo dos edredons com medinho da chuva e do frio não sabem, mas neste ano, na Ressacada, temos jogadores com capacidade de decidir e com extrema habilidade. Não é qualquer time que tenha em seu meio de campo uma qualidade como a nossa. Ocorre que os resultados não apareciam porque o esquema tático não estava definido. Era baseado na individualidade deles.

Sergio Soares e Ricardinho, se não fossem tão teimosos, poderiam se consagrar no futebol se resolvessem explorar a habilidade de alguns jogadores do Avaí, com um esquema coletivo aplicado às suas características. Os 3 mil e poucos (muito poucos!) que estavam indo ao estádio dos Carianos diziam sempre a mesma coisa: uma ajuda na marcação pelo meio e uma cobertura dos laterais. Uma simplicidade quase comunista.

Muita gente analisa um esquema de futebol moderno usando como exemplo a seleção supercampeã da Espanha (e o Barcelona, como principal espelho). Há até quem diga que eles usam o 0-10, com o goleiro na defesa o os outros jogadores no ataque. Exagero, claro, uma vez que se analisa o espetáculo que eles dão e se esquece das minúcias, porque o que a Espanha faz é remontar a marcação com futebol coletivo, só isso. Ela prioriza a posse de bola e enquanto um ou dois jogadores estão com a bola nos pés os outros marcam, mesmo sem a bola, que é para evitar surpresas se houver um passe errado.

E se alguém mais percebeu, o Bayern ganhou do poderoso Barcelona exatamente por causa de uma forte marcação: três homens na frente marcando a saída de bola, três no meio empurrando o ataque e quatro na defesa dando cobertura. Um esquema implacável e que esmagou o time catalão. Simples, todos se doando, aplicando um pouco de si para o grupo.

O futebol moderno é isso, quer queiramos ou não, um futebol de forte marcação e de resultados, com aplicação do grupo. Todos contribuindo. O objetivo não é mais fazer goleadas, mas priorizar um esquema tático que facilite o jogo coletivo.

Se o técnico Hémerson Maria quiser ter vida longa no Avaí, que mantenha esta postura, pois é a que melhor dá resultados no futebol atual. Com simplicidade, objetivos traçados, esforço em conjunto, calma na hora de decidir e paciência da torcida. Não sei, não, mas o horizonte será pintado de azul e branco com louvores. É só esperar.

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s