Nós podemos

Quando escrevi este texto, O Oeste não é cone  (que muito abobado me criticou por achar que eu, aos 52 anos, ainda não conheço futebol), não foi para dizer que deveríamos ter medo deste Oeste e nem de time algum, ou tampouco entrar na série B achando que já ganhamos. Série B é campeonato sério, lamentando a redundância das palavras. Quantas vezes essa frase terá que ser repetida? Dizer sempre a cada rodada até a última, quando aí será tarde demais e não haverá mais jeito?

Repito: o grupo de jogadores do Avaí é bom. Muito bom. Vendo este jogo contra o Palmeiras é que vi o desperdício. Qual dos jogadores do Palmeiras eu queria no meu time? Sinceramente, apenas o atacante e olhe lá.

Não, não estou sendo arrogante e nem mudando o meu discurso. É que o Palmeiras, mesmo sendo inferior ao Avaí, jogador por jogador, jogou para vencer, enquanto nossos jogadores queriam garantir um empatezinho e o treinador Ricardinho virou um bom espectador. Ou seja a velha e indefectível história de complexo de inferioridade. Eu prego a humildade, o respeito aos outros, sempre, nunca o rebaixamento e a submissão. E é isso que ainda vemos nesse grupo de jogadores que vestem azul e branco.

Claro que  é muito fácil pedir a cabeça do técnico. Agora é a hora, não é verdade? Manda embora também o Reis. Bovi é cone. Leandro Silva nem é tudo isso. E se Marquinhos não quer decidir, põe na barca. Já aproveita e leva o Julinho, o Alef, o Eduardo Costa, etc, etc. Ou seja, é fácil. Quando a gente não quer, se livra do que não presta e deu, não é assim? Não, não é assim. As pessoas que se acostumaram a jogar vídeo game, quando estão perdendo, desligam o console e começam de novo. Ou quando o computador enguiça, tiram da tomada e religam, reiniciando o que estavam fazendo.

Só que na vida real e com pessoas é diferente. Não dá pra tirar alguém do plug. A gente tem que exigir responsabilidades. E talvez seja isso que esteja faltando no elenco do Avaí atual. Uma frase de Einstein diz que “se a gente avaliar que um peixe não pode subir em árvores ele vai pensar a vida toda que é um estúpido.”

Está faltando dizer para o grupo de jogadores do Avaí que dá. Que é possível. Que podemos. Que não existe nada perdido. Que não são estúpidos. Porém, que eles mesmo assumam que não são estúpidos. Lamento, volto a dizer, não sou arrogante e desteto o discurso de que somos o maior e coisa e tal. Mas pra cone esse time do Avaí não serve.

E, por fim, devemos aprender com as dificuldades e que se deve valorizar as conquistas. O que era difícil fazer lá para o Oeste, dada a falta de humildade,  seria bem mais fácil contra esse arremedo do velho Palmeiras, que é a seriedade. E se não se levar as coisas a sério, trocar por outro não resolve nada, apenas transfere o problema para a frente.

Publicado no Portal Todo Esporte SC

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s