Salto 15

Assisti aos três jogos da seleção brasileira, nessa preparação de um time para as Olimpíadas.

É perceptível que há uma evolução tática proposta pelo Mano Menezes. Ninguém joga mais num 4-3-3 e com marcação dentro do campo adversário como se dispôs o Brasil a fazer. Achei fantástico ele impôr esse tipo de esquema.

Os jogos contra a Dinamarca, que se prepara para a Eurocopa, e contra os EUA, que está tentando uma classificação nas Eliminatórias para a Copa, mostraram um time forte e combativo, aliado ao passe com qualidade e à posse de bola com objetividade. O Brasil jogou e deu aula.

Porém, no jogo contra o México, mesmo ainda tentando aplicar seu esquema, apresentou o velho defeito de jogadores brasileiros quando jogam bem: o salto alto. Três, quatros chapeuzinhos numa jogada, toque de letra em outra, jogada de efeito em mais uma e tomamos dois gols em jogadas rápidas por um México que jogava uma Copa do Mundo.

Ainda que os caras com complexo de vira-latas vivam pedindo Guardiola no comando da seleção, coisa ridícula e que não dá para ser levada a sério, fica claro que o problema dos times brasileiros, de modo geral, não é de tática, mas de disciplina. De postura. De atitude em campo. Nossos jogadores sofrem do mal do seachômetro, ou seja, ainda trazem na mente a sensação de que basta envergar a amarelinha que os adversários tremerão e darão bagão na bola para evitar uma goleada.

O jogo contra o México neste domingo deveria servir de lição para todos os jogadores brasileiros, lição de comportamento em campo, de postura tática, de jogar futebol com respeito e dignidade, que o México impôs. Aí está a lição de que nem sempre um time mais qualificado ganha. Os jogadores brasileiros, mesmo desta seleção sub-23 para as Olimpíadas, têm qualidade suficiente para jogar em qualquer time do mundo.

Aliás, este jogo deveria ser passado várias vezes na concentração de um certo time no Sul de uma Ilha do Atlântico.

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s