Uma vitória sobre muita coisa

A vitória e o título obtidos nesta final representam muito neste Avaí versão 2012. O Avaí venceu muitos campeonatos num só.

Venceu os seus próprios erros, alguns desnecessários.

Venceu os que remam contra dentro da própria Ressacada.

Venceu os pessimistas e oportunistas no meio da torcida.

Venceu a má-vontade.

Venceu a mídia colonizada e alugada.

Venceu a prepotência e a arrogância.

O Avaí demonstrou que é mais importante apoiá-lo e acreditar em seu potencial do que defender discursos ensebados dos que tem a fórmula pronta para tudo.

E que nunca mais alguém esqueça, mas a vida dá voltas.

Anúncios

5 comentários sobre “Uma vitória sobre muita coisa

  1. Grande Alexandre, achastes bem os muitos campeonatos que vencemos este ano! Vencemos também os monstros do passado. Enterramos definitivamente a maldição de 1999. Agora eles que se lixem com os tabus e com a nossa vantagem.
    Abraços campeões!
    Roberto

    Curtir

  2. Saudações avaianas, o mais vezes campeão de SC!
    O Avaí foi soberano nos dois jogos! Título incontestável que dificulta o trabalho de alguns comentaristas esportivos.
    Os (H)Emersons possuem “estrela”! Situação constatada em Chapecó, quando das alterações, e ontem quando Laércio entrou e fez o gol. A capacidade deles como treinadores está sendo alicerçada a cada jogo com muito trabalho e determinação.
    Todos merecem aplausos, mas dentre os jogadores gostaria de destacar a segurança e confiança passada pelo goleiro Diego (quando chegou diziam estar gordo – crítica pela crítica – mas vejam como um título emagrece, rs); a seriedade da dupla de zaga, Renato Santos sequer tomou cartão durante todo o campeonato (e apesar das suposições, sempre elas, de sua ida para o Grêmio, ele ao final da partida respondeu a uma pergunta afirmando que deseja conquistar outros títulos pelo Avaí); a fortaleza do Bruno, que demonstra a cada partida a evolução de seu futebol; a tranquilidade e precisão de Cléber Santana; e a persistência do Robinho (olha eu falando bem do rapaz!). Mas também pudera, o Robinho é o atleta de treino, momento em que sempre se destaca, e para ele jogar contra o Figueirense é como se estivesse treinando!
    Agora, imaginemos um meio de campo com Bruno, Mika ou Pirão, Cléber Santana e Marquinhos Santos? E aqueles que não aceitam o Robinho fora do time, basta ele fazer dupla de ataque com o centro avante.
    O Avaí tem tudo para fazer história na série B, deste ano! Quem viver verá! E se os do contra deixarem é claro!

    Curtir

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s