Um time de decisão

Baixada a adrenalina dessa segunda parte do Show do Paul na Ressacada dá pra tirar algumas conclusões do que foi esse trator chamado Avaí, que atropelou o time da periferia de Florianópolis.

Não sou comedido e tudo mundo sabe. E quero acabar com esse lugar-comum batido e chato de que “nem o mais otimista avaiano imaginava algo assim.” Mentira! Coisa de quem ainda não acredita no potencial do Leão da Ilha numa decisão, ou de quem ainda vê noladelá alguma coisa parecida com os Vingadores super-poderosos.

Sei de pelo menos dois blogueiros, que não se pode dizer assim que sejam muito otimistas, a defender o placar de 3×0 e com boa atuação do Avaí. E antes do iníco do partida, encontrei o Rafael Pepecão Botelho na arquibancada, que me perguntou “tás otimista?”, e eu disse “3×0 e deu”. Até aí já são três avaianos que já esperavam algo de bom. Fora mais outros que fui encontrando pelo caminho enquanto me dirigia às cadeiras do setor D, e que percebiam que aquela tarde seria de festa azul e branca na Ressacada.

O fato é que os avaianos que conhecem a história do Leão da Ilha sabem que numa final é praticamente impossível alguém nos vencer. A frase “deixaram chegar, agora, guenta!” não é ocasional. Não é retórica. É verdadeira. Raríssimas vezes deixamos de levar um campeonato quando chegamos a uma final. Não fomos os mais vezes campeões, até alguns anos, por acaso. E estamos dividindo os títulos com o rival, que jogou absurdametne durante dez anos, cuja hegemonia no futebol catarinense poderá voltar às nossas mãos sem muito esforço.

Ou seja, que se respeite o Leão da Ilha num campeonato, uma vez que numa decisão já entramos com a vantagem de nossa história. Quem quiser ser campeão em cima do Avaí numa final terá que jogar muito e mais um pouco, pois do contrário, ninguém nos tira a faixa.

Anúncios

2 comentários sobre “Um time de decisão

  1. Perfeito. Essa é mais uma retórica delas para desvirtuarem os fatos.
    Não gosto muito de palpites antes do jogo…faz parte das minhas superstições. Mesmo assim ouvi três chegados meus cravarem os 3×0 durante a semana toda.
    E a outra falcatrua fortíssima e até com repercussão nacional é desmerecerem o campeonato por conta do regulamento, como se as regras tivessem mudado após o início. Este papinho de regulamento falho ou “bizarro” poderia ser encerrado com a seguinte pergunta: Será que se o regulamento garantisse o título ao campeão dos dois turnos, os barbies iriam mesmo vencê-los. Teriam “cabecinha no local” para isto?? Esqueceram que os adversários jogaram pelo regulamento e facilitaram a vidinha deles?
    Os caras da CBN nacional (programa “Quatro em Campo) também compraram a “idéia” nascida será onde mesmo?!?!

    Abraços,

    Beto Melo

    Curtir

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s