Inocência parva

O mundo, evidentemente, é composto por pessoas inocentes, angelicais, dotadas de ingenuidade absoluta, que vivem, é claro, num mundo cor-de-rosa, rodeados de aves, águas calmas, no alto das montanhas, num Shangrilá, onde o ar é mais puro. São as pessoas que chegam a ser chatas, de tão boas. Almas cândidas e imaculadas.

Mas há as que se fazem de santas pra comer a hóstia do padre.

Recentemente houve um debate na Câmara dos Deputados, lá em Brasília, onde se discutia a programação politicamente incorreta das TVs em nosso país. Se fez, inclusive, uma campanha MUDE DE CANAL, cujo objetivo era se afastar as emissoras que transmitissem baixarias do convívio do cidadão comum. Não era censura, mas uma espécie de seleção através do controle remoto.

Isso é uma declaração da tática do avestruz: você não corrige o problema, você apenas o esconde.

Por aqui, em nosso reduto, somos bombardeados cotidianamente por um rede “estrangeira”, que detém os maiores índices de audiência, deturpa nossa cultura e impõe conceitos levianos e assustadoramente manipulados. E a solução prática e singela dos habitantes de Shangrilá é mudar de canal.

Não ouça ou assista a tal emissora, dizem do alto de suas harmoniosas posturas.

Claro que o padre mandou fazer mais hóstias.

Domingo vai ter corinho, sim.

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s