O interior das salsichas

Dizem que quem conhece como são feitas as salsichas, jamais as comeria.

Tenho ouvido de amigos a explicação da falta de frequência de torcedores na Ressacada nos jogos do Avaí: as ingerências internas. Honestamente, acho exagerada essa conclusão. Até porque, há suspeitas, fofocas, hipóteses, comparações, acusações, mas como manda o bom preceito jurídico, nenhuma prova. Há julgamentos precipitados, mas ninguém foi acusado formalmente. Na verdade, há muitas evidências, mas não existem provas. Esse é o ponto. As provas devem concretas, objetivas, documentadas, e aí não há como refutar. Já as evidências podem ser conduzidas.

Por essa razão, torcedor que é torcedor mesmo quer é ver um time jogar bola e ser efetivo nos campeonatos no qual participa. Ele está amuado pelo rebaixamento, por não ver um time forte, embora competitivo, em campo. A sequência de vitórias e as conquistas que por ventura vierem, farão o torcedor voltar, algo tão claro como a luz do sol. O resto é conversa.

Existem desconfianças, é verdade, por parte de vários torcedores a respeito da condução dos intestinos da Ressacada, mas ninguém vai ficar olhando para os camarotes centrais do setor D se um zagueiro falhar ou um atacante errar o gol, a não ser que o foco seja esse, o de cavoucar o interior das salsichas, e não o time lá no campo. E dê-lhe mudannça de foco. A discussão e as imprecações acaloradas, dessa forma, são para o conjunto da obra, para a construção de todo o complexo administrativo, e não para as caneladas do Capixaba.

Porque, se realmente eu manter o meu foco apenas na parte administrativa e esquecer de torcer para o meu time em campo, então eu fecho este blog, ponho minhas camisas do Avaí na gaveta e nunca mais apareço na Ressacada, mesmo que o time comece a vencer desbragadamente. E as salsichas que se lixem.

Anúncios

4 comentários sobre “O interior das salsichas

  1. Em relação as salsichas é verdade, mas eu gosto de salsichas.
    Quanto ao Avaí, teu post fechou com o meu primeiro do dia. Independente de qualquer coisa, somos torcedores e somos Avaí. Sábado, de volta a “vida” graça a Deus, estarei em Ibirama. Já estava com saudade do “cheiro” de um estádio. Vida longa a todos nós para que possamos ver o Leão reinar.

    Abs

    Curtir

  2. Não acho Aguiar, até porque independente do “patrono”, somos avaianos.;) Eu Penso que aí é que mora o perigo, todo administrador de futebol sabe que a paixão é maior que qualquer falcatrua que eles cometem.

    Abs

    Curtir

    • Carmem, se isso fosse verdade, eu aplaudiria, que apesar dos pesares, a gente estava lá para apoiar a todo custo. Mas não é nada disso, as pessoas estão indo à Ressacada, as poucas, é verdade, para vaiar jogador e para virar as costas para o campo e xingar o Zunino. É uma martelada uma sobre a outra, sem dó, sem descanso, sem arrego, para tudo na Ressacada. Tá muito chato esse troço.
      Parece que o Avaí é o Barcelona e que não pode disputar nada menor que a Liga dos Campeões.

      Curtir

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s