E Ovelha berrou

Claro que não concordo com as preocupações do técnico Mauro Ovelha com os seus desafetos, principalmente da rede famosa e dos corneteiros de plantão. A gente não deve sair por aí a responder à altura para qualquer imbecil que nos ofenda, atice ou xingue. No mínimo uma cutucadinha básica, que é pra dizer quem manda. Claro que ninguém tem sangue de barata a cada bordoada gratuita que se leva na vida, mas é bem provável que essas tolices acrescentam muito no currículo deles, no nosso, não. Preciso dar uma conversadinha com ele, pra ensinar como é que se faz.

Mas, também, é preciso entender o que se passa em sua cabeça. Está sendo execrado por puro preconceito. Por um comportamento deplorável, de gente que acha possuir o rei na barriga. Quando se diz que ele é treinador de time pequeno, que só treinou a “indiada”, que é grosso e mal educado, enfim, quando se escolhem mais coisas pessoais do que análise de competência ou capacidade, a coisa fica feia.

Já disse inúmeras vezes que não sou seu procurador, não sou pago para defendê-lo (mas os surdos não escutam!), que sequer seu tipo de trabalho me encanta, entretanto deve-se dar um crédito pela sua vida vitoriosa em Santa Catarina. Ele é vitorioso por aqui em muitos clubes, disso não há como negar. Se alguns tansos queriam Mourinho ou Guardiola, e um time do Manchester por aqui, ele não tem essa culpa. Está tentando, pelo menos, (re) montar algo de útil na Ressacada, está trabalhando, não é enganador, não depende desse ou daquele da mídia pra fazer carreira no futebol, enfim, há que se respeitar.

Há algumas pessoas no meio da torcida avaiana que devem aprender como tratar seres humanos. Nessa semana vibraram e fizeram troça com a lesão do Robinho. Estão ofendendo o técnico avaiano sistematicamente. Um tolo radialista chamou jogadores de bagaceiras e muito infeliz metido a esperto apoiou e aplaudiu tal grosseria. Ou seja, em algum ponto perdeu-se a cabeça. O futebol por aqui está virando barbárie. A civilidade está sendo soterrada.

O Ovelha berrou. Mostrou que tem sangue nas veias e que não leva desaforo pra casa. Talvez tenha sido em má hora, mas também é preciso entender a sua posição. Aos donos da verdade, cuidado, pois a língua não tem osso. E dói pra xuxu quando mordida (by Tainha Escalada).

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s