A competência dos esforçados

Passada a 4ª. rodada já é possível ter uma noção do que será este Delfinzão-2012. Muita competitividade, marcação, empenho e força. Está sendo assim para todos os times. Claro, exceto para o time da mídia, aquele das cores verde-petróleo, que joga um futebol diferente (dito por eles!), mais moderno, bonito de se ver, planejado e bem orientado. E tem gente que acredita…

Porém, os demais, os outros nove clubes vão desenvolvendo o seu futebol naquilo que dá, muito esforçado.

O destaque é para Avaí e Chapecoense, com vantagem ao time do Oeste exatamente por haver vencido o Leão.

Curioso é que, quando começa um campeonato, a gente pede calma, paciência, que devemos esperar para ver ou para dizer alguma coisa, antes de sair por aí a dizer sandices, mas não adianta. A vontade de querer parecer mais realista do que o rei é enorme. O piloto automático ligado no pessimismo e a eterna inconformidade com as coisas do Avaí lança pérolas risíveis, que só confirmam a pressa desenbestada.

Está aí! Se o Avaí não faz um futebol de encher os olhos, ao menos é competitivo. Se mantém uma teimosia num ajuste fino dentro de campo com alguns jogadores limitadíssimos, também é verdade que não está faltando empenho aos mesmos jogadores até agora. Se vamos precisar de contratações pontuais, é bom salientar que os atuais jogadores, mesmo jogando o que podem, estão dando conta do recado.

Cada jogo deve ser encarado como uma decisão, não importando o adversário.

Tenho assistido a alguns jogos dos outros campeonatos e estou vendo a mesma coisa. Times endurecidos, jogadores limitados e muito raça e disposição. Qualidade que é bom, muito pouco. Portanto, não é apenas a gente que sofre com isso, mas muitos outros medalhões dos grandes centros, o que denota a necessidade de se rever contratações, mas abre oportunidades de melhorias, e entender que começo de temporada é assim mesmo. Eu só vi uma vez o Avaí ser diferente num campeonato, logo no início, que foi aquele time fantástico de 2008, que só não foi campeão por detalhe, destas coisas de regulamento. Mas, logo depois, fez uma campanha maravilhosa na Série B e nos deu o acesso, coisa que nos deixou, inclusive, mal acostumados. Mas isso é um raio de chuva de verão, só cai uma vez.

O Avaí não está parado como se atestou. As contratações estão aparecendo e ajustando um ou outro ponto, de maneira a recompor o que ficou faltando. Todo mundo faz assim e não seríamos nós, os bacanas, a fazer diferente, a ter um time pronto desde o início.

O campeonato do Avaí poderá não encher os olhos daqueles que vivem sonhando com grifes e Barcelonas da vida, mas será jogado jogo a jogo, lance a lance, partida a partida. Por isso, seremos campeões.

Anúncios

4 comentários sobre “A competência dos esforçados

  1. Aguiar, existe uma máxima no futebol de que TIME QUE ESTÁ GANHANDO NÃO SE MEXE. Certo?
    Então essa nossa insistência em tirar o Robinho do time e taxando o treinador de pau mandado, sem personalidade, etc, não combina com meu pensamento. Pode até ser incoerência minha. Porém,entendo que o treinador, que fica com o Robinho a semana inteira treinando e determiando o que ele deve fazer, etc. é que sabe se ele está ou não rendendo. Volto a um comentário teu anteriormente falando sobre os torcedores treinadores, que sabem tudo, etc. ( me incluo nessa lista). Essa marcação da torcida , incentivada por essa imprensa de merda, que só veem coisas ruins no lada da Ressacada, no Robinho está passando dos limites. O time está ganhando e perdeu uma por detalhes, jogando melhor o primeiro tempo, etc.
    Claro que comeu caviar, 2008/2010, acha que comer angú é ruim. Se comer de vez em quando passa a gostar. é questão de tempo. Acredito no Avai.
    abs
    décio sardá

    Curtir

    • Decio, concordo e discordo de algumas coisas.

      Que há um monte de gente, mesmo os ditos racionais e inteligentes, que se norteiam pelo que a mídia diz, principalmente o Miguel, isso é fato. Todo mundo fala contra boca-alugada, mas usa as mesmas palavras do sinhozinho do sapato branco. Isso é uma coisa.

      O caso do Robinho é um caso à parte. Chamo o treinador de pau mandado exatametne por ele não estar percebendo que a função do Robinho está errada. Quado ele foi substituido na Ressacada todo o time o aplaudiu, o que é uma prova inequívoca de dar força ao rapaz pelo seu mau desempenho.

      Agora, eu sempre digo que confio nas coisas do Avaí. Ninguém vai me ver torcendo contra, defendendo minhas certezas achando que são mais certas do que a dos outros e nem vaiando o time, seja qual for e qual resutlado tiver.
      Abraços

      Curtir

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s